Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Abertas as inscrições para o Cursinho Popular Paulo Freire (CPPF)

Acessos: 1607

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Projeto Cursinho Popular Paulo Freire (CPPF), o cursinho pré-vestibular gratuito do Campus Universitário de Bragança da Universidade Federal do Pará (UFPA). Serão selecionados 70 alunos com base no perfil socioeconômico. As inscrições ocorrerão nos dias de 05 a 10 de fevereiro, das 8:00 às 11:00 h e das 14:00 ás 17:00 h.

O cursinho é voltado para alunos da rede pública de ensino ou que possuam uma bolsa integral em escolas particulares. Para se inscrever, os estudantes devem se dirigir ao térreo do prédio administrativo do campus, nos horários já estabelecidos.

Para realizar a inscrição, é necessário levar a cópia do documento de identidade, comprovante de residência e preencher um questionário disponibilizado pela comissão de inscrição. Os alunos que já concluíram o ensino médio devem levar o certificado de conclusão, e aqueles que ainda não terminaram devem levar atestado ou declaração de matrícula. Os alunos atendidos por programas sociais de distribuição de renda devem levar uma cópia do cartão. Além dos documentos, os alunos também devem levar 1 kg de alimento não perecível, que será recolhido e doado para instituições de caridade.

Projeto - O CPPF funciona desde 2007 e atualmente é vinculado á administração do Campus Universitário de Bragança. Algumas das peculiaridades do projeto são oportunizar vivência no ambiente universitário e prática formativa para alunos das licenciaturas. O campus dispõe de recursos humanos e materiais que pode ser consultados pelos alunos do projeto, sendo incentivados á utilização do laboratório de aulas práticas, laboratório de informática e a biblioteca. Além disso, os alunos ainda contarão ao longo do ano com aulões, mesas redondas, cine debates e outros espaços que estimule a capacidade discursiva.

As aulas funcionarão no bloco II, sala 10, climatizada e com capacidade para 70 alunos.

Segundo a coordenação, o projeto é de grande importância para a comunidade local, pois a atende com um cursinho gratuito e de qualidade. Acredita que dessa forma a Universidade também presta o retorno social de sua produção acadêmica, uma vez que humaniza e objetiva o acesso ao ensino superior. Outrossim, o projeto funciona como um laboratório para a prática docente de licenciandos/as, potencializando a formação profissional.

 

Acesso ao edital

 

 

Fim do conteúdo da página